O tipo por detrás da McLaren F1 está a desenhar um supercarro V12 de $4.2 milhões.

A não ser que sejas um maluco particularmente voraz, o nome Gordon Murray pode não estoirar muitas brasas na tua mente. Se você é um fã de F1 com um grande interesse na história do automobilismo, no entanto, você provavelmente saberá que o nome do designer de carros britânico está nos mais sagrados e venerados corredores da herança do desporto.

Isto porque Murray foi responsável por alguns dos designs mais bem sucedidos e que mudaram o jogo na história da Fórmula 1, desde o icónico BT46B da Corrida de Brabham – o controverso “fan car” que venceu a única corrida de Fórmula 1 em que já entrou antes de ser banido, para ajudar a dar vida ao carro de F1 da McLaren que conquistou a Ayrton Senna o seu primeiro campeonato mundial de F1.

A influência de Murray no mundo do design automóvel estende-se muito além da que na F1. Como o designer da Red Bull Adrian Newey está agora a ajudar a desenhar hipercarros para a Aston Martin, Murray ajudou a conceber alguns dos carros de estrada mais famosos e desejáveis de todos os tempos, desde o McLaren F1, até ao Alpine A110. Agora, através do seu design de Gordon Murray Automotive, ele deu-se livre reinado para conceber o supercarro mais louco possível, e parece que ele foi entregue.

O produto, chamado T.50, é o que Murray chama de supercarro mais leve e aerodinamicamente avançado já feito. E é difícil refutar esta afirmação. Para começar com a aerodinâmica, o carro reaviva o conceito de fã usado no histórico carro brabham F1 de Murray, que aparentemente trabalha para ajudar o difusor traseiro do carro a trabalhar de forma mais eficiente na sugagem da parte de trás do carro para o chão.

Possui também uma mutássa de retalhos móveis e um travão de ar que ajudam a abrandar o carro e a gerar força de redução a baixas velocidades, melhorando a tração e a estabilidade, desenvolvido com a ajuda do túnel de vento que pertence à equipa de F1 Racing Point.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *